Ubisoft afirma que a versão para PC de Assassin's Creed: Syndicate será feita corretamente |

Bem, está acontecendo de novo, a Ubisoft está mais uma vez se 're-dedicando' à plataforma PC, desta vez alegando que o próximo jogo de Assassin's Creed será desenvolvido adequadamente para o PC. Como muitos de vocês devem se lembrar, no ano passado, quando a Ubisoft lançou Assassin’s Creed: Unity, o jogo permaneceu quebrado por dois meses. Cinco patches de emergência foram lançados para fazer as coisas funcionarem, mas o jogo ainda funcionou incrivelmente mal em uma ampla gama de hardware.

Desta vez com Assassin's Creed: Syndicate, a Ubisoft aparentemente está adotando uma abordagem diferente. Falando com o PC Gamer, o diretor criativo do jogo, Marc-Alexis Côté, disse: Temos uma equipe interna dedicada à versão para PC, e uma das coisas que me deixa feliz é que estamos realmente dedicando nosso tempo com a versão para PC para realmente fazê-lo brilhar.



Queremos que o jogo realmente funcione bem no PC no primeiro dia, e é por isso que não é a mesma [data] de lançamento das versões Xbox One e PS4. Chegará um pouco mais tarde no outono, mas acho que valerá a pena esperar. Estamos trabalhando muito para otimizar o jogo, tornando-o mais suave em uma variedade maior de PCs. Estamos realmente dedicando uma equipe para trabalhar nisso e garantir que brilhe.

No ano passado, a Ubisoft se transformou em uma piada ao tentar girar 30 quadros por segundo para um ponto positivo, alegando que Far Cry 4 teria a mesma aparência no PC e consoles e depois com o lançamento de Assassin's Creed: Unity. É seguro dizer que a Ubisoft perdeu a maior parte, se não toda, a credibilidade com os jogadores de PC, então realmente deveria estar trabalhando duro para tentar reconquistá-los.

A Ubisoft deu um tiro no pé várias vezes com os jogadores de PC nos últimos 18 meses. Espero que desta vez seja genuíno e entregue uma versão sólida para PC de todos os seus próximos títulos este ano. Entregar um jogo sólido é realmente a única maneira de conquistar a confiança do consumidor neste momento.