Papers Please é lançado no iPad, sem nudez |

Papers Please é um dos títulos mais instigantes a serem lançados nos últimos anos, dando ao jogador a chance de não apenas sentir o poder por trás de uma posição de menor importância, mas também os dilemas morais colocados aos pés de alguém em tal situação. Função. Todos com gráficos de pixel que estariam em casa no final dos anos 80. E, no entanto, apesar dessa pixelização de tudo na tela, a Apple rejeitou as imagens 'nuas' de potenciais terroristas para a versão para iPad.

A nova versão do iOS, projetada para funcionar com os tablets da Apple, foi anunciada pelo criador do jogo, o twitter de Lucas Pope nas primeiras horas desta manhã, mostrando o jogo rodando junto com a data de '12 de dezembro'. versão seria um pouco diferente.



Para aqueles que não sabem, Paper's Please tem um posto de controle de fronteira para o país fictício de Arstotzka. É seu trabalho verificar os passaportes e a documentação de todos para garantir que eles tenham permissão legal para entrar no país. Às vezes, eles precisam ser revistados por contrabando ou armas e a busca pode acabar ficando assim:


Ocasionalmente, há até um par de seios de pixel aparecendo

Mas não na versão para iPad. Não haverá buscas de nus de corpo inteiro nessa iteração do jogo.

Não parece provável que o próximo jogo de Pope, Retorno da Obra Dinn terá muita nudez, mas é surpreendentemente violento para um jogo com uma paleta monocromática e gráficos de 1 bit.

Vocês acham que isso vai estragar a experiência do Papers Please?