Revisão Mushkin Blackline Ridgeback 1600 MHz 16 GB (Kit Quad) |- Parte 3

1. Introdução2. Mushkin Blackline Ridgeback 1600 MHz3. BIOS e overclock4. Metodologia de Teste5. SiSoft Sandra 20126. PCMark 77. MaxxMem28. Super Pi9. WinRAR10. Considerações finais11. Ver todas as páginas

Para testar hoje, estamos usando a excelente placa-mãe ASRock Fatal1ty X79 Champion, que possui uma interface UEFI abrangente. Isso tem todas as opções que poderíamos pedir para overclock. Atualizamos o BIOS para a versão mais recente antes do teste.



Carregar o perfil XMP define a velocidade da memória para 1600 MHz e os tempos para 8-8-8-24-1T a 1,5V.

Estes são confirmados para nós no CPU-Z.

A memória não teve problemas para atingir a velocidade anunciada de 1600 MHz, então decidimos ver até onde poderíamos levá-la. Obter a memória para 1866 MHz foi muito simples, pois a placa-mãe automaticamente afrouxou os tempos ligeiramente para 10-10-10-28-2T.

Decidimos usar essas configurações para nossos testes de overclock. Ver validação aqui .

Não tivemos muita sorte em empurrar a memória ainda mais. Tentamos aumentar a tensão e afrouxar ainda mais os tempos, mas não conseguimos inicializar o sistema no Windows a 2133 MHz.