Análise do smartphone LG G4 |- Parte 6

1. Introdução2. Embalagem e Pacote3. Projeto4. Exibir5. Software6. Desempenho7. Câmera8. Bateria9. Considerações finais10. Ver todas as páginas


Na preparação para o lançamento do LG G4, muito foi feito sobre a decisão de usar um processador Snapdragon 808, em vez do mais recente CPU Snapdragon 810. Supostamente, a LG optou pelo 808 antes que surgissem problemas de calor com a unidade 810. Eu não compro isso por um segundo, mas prefiro ter uma CPU um pouco menos poderosa do que uma que esquenta muito na sua mão.

A LG fez a escolha certa ao abandonar o 808, mas veremos como ele se sai em nossos testes. Juntamente com o processador, há 3 GB de RAM, tornando-se rapidamente a norma para os carros-chefe de última geração.



Para uso diário, achei o Snapdragon 808 perfeitamente aceitável. Os aplicativos abriram muito rapidamente e a multitarefa entre vários aplicativos abertos não foi problema. Isso não é menos do que esperávamos do LG G4, mas pelo menos ele pode fazer o básico corretamente e fazê-lo bem. Duvido muito que um usuário seja capaz de diferenciar o desempenho do mundo real dos processadores Snapdragon 808 e 810, então, como mencionei anteriormente, é melhor ter um que não superaqueça.


Vamos aos benchmarks, então. Como de costume, começamos com o Geekbench 3 e comparamos o LG G4 com o HTC One M9. Para o desempenho single-core, o G4 marcou 1092, com um desempenho multi-core de 3544 – ambas pontuações impressionantes. O M9 marcou 1253 e 3922, respectivamente – o que indica que o processador 808 não está muito atrás do 810, com apenas 10% de diferença de velocidade entre as duas pontuações multi-core.


3DMark Ice Storm Unlimited é nosso outro teste, que se concentra mais no poder gráfico. O G4 marcou 18419, alguns milhares atrás dos 21933 marcados pelo M9. Uma diferença de 19% um pouco maior aqui, mas os dois SoCs claramente não são pólos opostos.

Agora, para algo novo – as análises de smartphones agora apresentarão testes de velocidade 4G como parte de nosso processo de teste. Para fazer esses testes, usamos o popular aplicativo móvel Ookla Speedtest, que mede o ping e as velocidades máximas de download/upload de uma rede. Os resultados abaixo foram obtidos usando um SIM Vodafone 4G, portanto, não são necessariamente indicativos da velocidade máxima do G4. Ainda assim, claramente o G4 não tem problemas com altas taxas de dados.