AMD lança placa de vídeo Radeon R7 265 convencional |

A Advanced Micro Devices e seus parceiros revelaram na quinta-feira uma nova placa gráfica voltada para o segmento de mercado mainstream. A nova Radeon R7 265 é baseada na boa e velha unidade de processamento gráfico Pitcairn e custará cerca de US$ 150 inicialmente, mas cairá rapidamente para cerca de US$ 119/€ 89.

O adaptador gráfico AMD Radeon R7 265 possui GPU Pitcairn Pro com 1024 processadores de fluxo, 64 unidades de textura, 32 unidades operacionais raster e barramento de memória GDDR5 de 256 bits de largura. A configuração do chip implica que o desempenho do R7 265 será ligeiramente superior em comparação com a placa de vídeo Radeon HD 7850 introduzida há dois anos graças a taxas de clock mais altas (R7 265 possui GPU de 925MHz, enquanto a HD7850 tem GPU de 860MHz).

Graças ao barramento de memória de 256 bits e até 2 GB de memória GDDR5 com frequência efetiva de 5600 MHz, as placas gráficas R7 265 oferecem desempenho decente em altas resoluções (ou seja, 1920*1080 ou 1080p), bem como com antialiasing ativado. Com base na revisão de Sapphire R7 265 Dual X adaptador gráfico, o produto oferece desempenho competitivo em relação ao preço.



Como o processador gráfico AMD Pitcairn pertence à família de GPUs GCN [graphics core next], ele suporta tudo o que os chips gráficos modernos da AMD podem oferecer, incluindo DirectX 11.2, OpenGL 4.3, OpenCL 1.1, Mantle, saída 4K (através de HDMI 1.4 e DisplayPort 1.2), saída estéreo-3D e assim por diante.

Embora a Radeon R7 265 seja outra solução renomeada da série Radeon HD 7000, a placa gráfica em si não é uma má escolha pelo preço. Mas obviamente, algo novo seria muito melhor…